Ilha na Baía de Todos os Santos é movida a energia solar

Das belezas naturais vem a energia que alimenta uma Ilha localizada na maior baía do Brasil. O projeto, diferenciado dos tradicionais aplicados em telhados de residências, no agronegócio ou indústrias, foi executado pela Enersol Energia Solar com sede em Lauro de Freitas/BA, utilizando baterias de lítio da multinacional BYD, líder de mercado no segmento de armazenamento.

O diretor técnico Tássio Barboza explica que, antes da implementação do projeto, havia ausência total de energia elétrica durante o dia e a utilização de um gerador à diesel durante a noite. “O consumo era alto, de 50 a 60 litros, o barulho, o custo, a emissão de poluentes e as várias viagens de barco, necessárias para reabastecer o gerador, faziam com o que o espaço não fosse tão bem aproveitado pelo proprietário.”

Considerando esse contexto, o projeto contemplou uma instalação fotovoltaica off-grid, independente da rede, e muito utilizada em locais onde não há disponibilidade de energia elétrica ou com fornecimento instável. Composto por 20 módulos de 535Wp da Axitec, 3 inversores de 10kW da Victron Energy e 2 baterias de lítio de 13,8 kWh da BYD, o projeto foi dimensionado para gerar o máximo de energia possível durante o dia e guardar o excedente em baterias, para ser utilizado durante a noite.

A projeção em geração de energia é de até 55 kWh por dia e a expectativa de redução do consumo de diesel entre 80 e 95%. O cliente continua contando com o diesel, mas apenas como backup, para dias de grande movimentação, como nas festas de final de ano.

Primeiro projeto da Enersol em uma ilha, a instalação contou com 10 profissionais e levou 3 semanas para ser concluído em virtude da necessidade de refazer boa parte das instalações elétricas do local, além dos desafios no transporte e na comunicação. Com mais de 1.100 projetos conectados à rede, a empresa já instalou mais de 80 mil módulos e 2.000 inversores fotovoltaicos. A Enersol também oferece soluções de sistemas para bombeamento de água para pivôs sem rede elétrica, geradores fotovoltaicos conectados à rede no mercado livre ou cativo, carregadores elétricos veiculares, entre outras soluções.

REFERÊNCIA E MERCADO

Em levantamento da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), o setor já trouxe mais de R$ 82 bilhões em investimentos para o País e gerou mais de 459 mil vagas de trabalho, onde 86 mil somente em 2020, em plena pandemia.

Num mercado em forte expansão, um ponto a considerar corresponde não apenas o ganho financeiro em detrimento da qualidade dos produtos e serviços, mas a idoneidade e confiabilidade das marcas. Esse ponto é observado pelo empresário que considera, entre os critérios para escolha de um fornecedor, suas referências.

“A BYD é atuante no ABGD, uma das entidades que representam nosso setor e onde a Enersol também está presente. Além disso, a confiança se consolida pela forte atuação da empresa no Brasil e no mundo. A marca oferece ao mercado baterias com 10 anos de garantia e foi recomendada por diferentes fornecedores de confiança, além da Enersol Bélgica, que já tem experiências com as baterias de lítio da BYD desde 2016”, destaca Barboza.

Em termos de ampliação de armazenamento no Brasil, Barboza indica o barateamento do custo e a qualificação dos profissionais para correta análise financeira e engenharia do projeto. Enquanto Marcelo Taborda diretor de vendas, considera fundamental a qualidade e segurança dos produtos. “A BYD é a única empresa no segmento fotovoltaico brasileiro a oferecer a solução completa. Nossos sistemas de armazenamento de energia, utilizando as baterias de lítio, são reconhecidos mundialmente como os mais eficientes e seguros. Essa postura faz parte do nosso compromisso com a independência energética do País”.

Para conhecer os projetos da Enersol, clique aqui ou acesso o link para mais informações sobre os sistemas de armazenamento BYD.

Izabel Aparecida Guzzon – Jornalista/MTE 5573/SC/Marketing BYD Hub Solar.

Rolar para cima